Tag Archives: indaiatuba literária

Faltam 12 dias para o lançamento do livro “Eu morri faz tempo”

Faltam apenas 12 dias para o lançamento do meu novo livro “Eu morri faz tempo” uma coletânea de contos e crônicas. Nos vemos na Livraria Laselva.

Deixe um comentário

Filed under 1

Artigo: “Assassinaram o português” por Éber Sander

Assassinaram o português

*Éber Sander

Acabo de assistir uma reportagem no Jornal Nacional, da toda poderosa Rede Globo, sobre as oportunidades que os jovens estão perdendo no mercado de trabalho, pelo simples – e absurdo – fato de não conhecerem o mínimo da língua portuguesa.

Jovens recém saídos dos bancos universitários maltratando nossa língua. Assassinando o português.

Questiono-me se há algum culpado. Seria o próprio estudante? Ou quem sabe o governo que pouco – ou nada – fez para levar e difundir o prazer da leitura aos quatro cantos do país? Ou pode até ser que a Rede Globo também tenha culpa nesse processo, o que ela tem feito para melhorar a educação no Brasil?

Estou certo que trancafiar duas dezenas de pessoas em uma casa por três meses não colabora em nada. Certo também de que colocar programas educacionais às 6 horas da manhã de um sábado também não ajuda muito.

A única forma de escrever e falar bem o português é ler mais. Deve-se ler no café da manhã, no almoço, no café da tarde e no jantar. Ler, ler, ler e ler cada vez mais. Não há outro caminho.

Criou-se uma ideia que temos que falar uma segunda língua, no caso, o inglês, mas esqueceram-se que se quer falamos – e escrevemos – a nossa língua de forma adequada.

A média de livros lidos no Brasil vem aumentando ano a ano, porém, ainda há muito a ser feito. Muito mesmo!

Portanto, para que os jovens brasileiros tenham acesso aos bons empregos e possam usufruir do bom momento econômico pelo qual o Brasil vem passando, é imprescindível que o hábito da leitura seja cada vez mais difundido em nosso país.

Na próxima entrevista de emprego o recrutador vai lhe perguntar o que você tem lido ultimamente e lhe aplicar uma redação, se você gaguejar e não souber responder a pergunta e sua redação não passar de três linhas, é melhor já ir pensando para qual empresa vai enviar seu currículo novamente, pois naquela empresa a vaga não será sua.

 

*Éber Sander é escritor, autor do livro “Perguntas Indiscretas” em agosto lança sua segunda obra “Eu morri faz tempo

www.ebersander.wordpress.com

Twitter: @EberSander

Deixe um comentário

Filed under 1

Entrevista – “Literatura na padaria”

Confira na edição de amanhã  (03) do jornal Exemplo de Indaiatuba, entrevista que concedi falando a respeito do projeto “Literatura na padaria” a ser lançado no próximo sábado (04).

Matéria sobre o projeto também estará disponivel nos jornais Destaque, Votura, Mais Expressão e Tribuna de Indaiá, neste final de semana.

Amanhã também é o meu dia de estar no jornal Primeirafeira. Este último distribuido nas cidade de Itu, Salto e Indaiatuba.

 

Deixe um comentário

Filed under 1

Agenda e Ficha Limpa

  • No próximo dia 13 estarei no Colégio Escala de Indaiatuba como convidado especial do projeto “Livro de Cabeceira”.

 

 

  • É amanhã o dia “D” para o projeto Ficha Limpa. Veremos quem de fato quer fazer a faxina na política brasileira. Fique atento ao voto do seu representante.

1 Comentário

Filed under 1

Doses homeopáticas

  • E os homens de preto do CQCCuste o Que Custar – voltam ao trabalho hoje. Estão prometendo grandes e boas novidades. Assista ao CQC, eu recomendo.

 

  • O meu livro Perguntas Indiscretas está participando do Prêmio Portugal Telecom de Literatura 2010. O Prêmio é uma forma de incentivar e promover a literatura de língua portuguesa.

 

  • Saiu no último sábado na coluna Silvia em Revista, da combativa e inteligentíssima Silvia Bolívar, foto deste que vos tecla, juntamente o maior bibliófilo que este país já viu: José Mindlin, ocasião da minha visita na casa do imortal brasileiro. Caso ainda não tenha visto, vale a pena a leitura e a observação da foto: www.tribunadeindaia.com.br

Deixe um comentário

Filed under 1

Artigo: Brasil de leitores: É possível!

                                         Brasil de leitores: É possível!

*Éber Sander

Quando olhamos a década passada pelo prisma da literatura, devemos comemorar. Certamente que os livros ainda não se tornaram direito adquirido da grande maioria da população, mas sinto estamos no rumo certo.

Logo no primeiro ano de seu governo, o presidente Lula assinou a chamada Lei do Livro, marco regulatório inicial para transformar o “produto” livro em política de Estado. Ano a ano, medidas foram sendo tomadas para permitir o avanço da literatura brasileira.

Em 2004, o governo fez a desoneração fiscal dos livros, abriu a Câmara Setorial (onde foi intensamente debatido o assunto livro e criada diretrizes até 2020) e lançou ainda o BNDES ProLivro, para financiar a produção literária.

Já em 2005 o país liderou as comemorações do Ano Ibero-americano da Leitura, o Vivaleitura, parceria público-privada com 100 mil ações, projetos e programas que gerou uma mobilização nunca antes vista no Brasil em torno do livro. A partir daí, nasceu o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), este foi o primeiro em mais de 500 anos de história, contando com 800 projetos e programas. Outro programa muito interessante é o Prêmio Vivaleitura, que já catalogou 10 mil ações de fomento à leitura nos quatro cantos do país.

A expectativa é que até o fim de 2010, o Ministério da Cultura zere o número de cidades sem bibliotecas, apenas para se ter ideia, eram apenas 1.300 em 2003, em um universo de mais de 5.000 cidades brasileiras.

Com estes projetos os resultados já começaram a aparecer. Os brasileiros já estão lendo mais, certamente muito menos do que devemos e precisamos, mas bem mais do que se imaginava. O índice de leitura (no ano 2000, era 1,8 livros/ano entre aqueles com mais de 15 anos e três anos de escolaridade, dobrou no ano de 2008). Hoje já estamos em 4,7 livros/ano. É para comemorar!

Os dados demonstram que com projetos e ações podemos transformar o Brasil em um país de leitores.

Portanto, os governos municipais, estaduais e federal, bem como a iniciativa privada, devem fazer cada um o seu papel e propiciar educação, cultura e entretenimento aos brasileiros. Está nos livros o caminho para um país mais justo e igualitário. Que os deuses da literatura continuem nos abençoando.

*Éber Sander é escritor autor do livro Perguntas Indiscretas

www.ebersander.wordpress.com

Deixe um comentário

Filed under 1

Jurados do 5° Concurso Literário Acrísio de Camargo

Os jurados do 5° Concurso Literário Acrísio de Camargo foram: Maria Esther Mendes Perfetti (que esteve palestrando no último e primeiro “Outubro Literário”) e os escritores Marcelino Freire e Antonio da Cunha Penna. A grande final será hoje no CIAEI com grande show musical. Estarei por lá vendendo e autografando a minha obra Perguntas Indiscretas – e outros contos e crônicas. Prestigie!

Deixe um comentário

Filed under 1